CATECOLAMINAS PLASMÁTICAS

Nome: CATECOLAMINAS PLASMÁTICAS

Sinonímia: Epinefrina ou adrenalina, norepinefrina ou noradrenalina,  dopamina

Norma de Coleta: Jejum de 8 horas. A critério médico, se possível suspender medicamentos como: Aldomet, Propranolol, L-dopa, Efortil.

Valor de Referência:

Epinefrina (Adrenalina): Até 85 pg/mL

Dopamina: Até 84 pg/mL

Norepinefrina (Noradrenalina): Até 420 pg/mL

Método: HPLC (Cromatografia Líquida de Alta Performance)

Instrução de Coleta: As catecolaminas plasmáticas são extremamente lábeis. Sangue: deixar o paciente em repouso no mínimo por 30 minutos. Após, coletar 10 mL de sangue com heparina, homogeneizar cuidadosamente e, imediatamente, transferir para um tubo especial, pré-congelado contendo 120 uL de solução EGTA/GSH (glutationa reduzida). Inverter o tubo lentamente por alguns minutos para uma mistura adequada, SEM AGITAR Centrifugar rapidamente e transferir o plasma para um tubo plástico mantido gelado.

Interpretação Clínica: As catecolaminas (epinefrina, norepinefrina e dopamina) são hormônios da medula supra-renal. Sua principal indicação clínica é no diagnóstico do feocromocitoma. Contudo, parece haver melhor valor preditivo para o diagnóstico de feocromocitoma medindo as catecolaminas urinárias.

Caso queira realizar alguns desses exames favor entrar em contato com a nossa central de atendimento:
(11) 2101.7777

Horário de atendimento
Segunda à sexta: 7:00 - 20:00
Sábado: 7:00 - 14:00